"De Volta à Unidade"

Atualizado: Mar 29


No começo, onde tudo ainda era frágil neste Planeta, a vida era conduzida de forma que todos a pudessem ter de forma contundente, ou seja, a liberdade que cada um tinha para vivê-la, era algo sagrado e que tudo obedecia a este pressuposto. A ligação com a Terra era primária. Ela guardava toda a sabedoria. A Terra emanava a Força da Vida para todos e sustentava a Força da Vida, neste plano. A Água que corria nos Mares, nos Oceanos, vinham das profundezas da Terra. Essas águas traziam a Vida em si. Elas carregavam a Força Cósmica do Criador. A Água ao se misturar com a Terra, foi criando toda a espécie de relevo. Ela formou todo o vosso lindo Planeta. Ao ser dividido, ele foi criando a divisão entre os povos que foi gerando, ao longo dos séculos. Essa divisão ocorreu para solidificar certas áreas do Planeta, para que houvesse um núcleo ativo de matéria sobre a água. Essa substância foi criada para dar a Forma. Ela trouxe essa unidade de matéria, para que fosse habitada pelo Homem. Desta forma, nasceram os Continentes no Mundo. Peças únicas do espaço da Terra, que estão destinadas a crescer e a multiplicar. Dessas áreas nascem os povos que se igualam em essência e se diversificam em aspeto e qualidades. Essas massas foram-se reproduzindo até hoje e formam o que se chama hoje de Humanidade. Desse Tempo jaz uma memória, que Eu quero trazer até vós de novo. Há uma lembrança que Me faz desejar voltar a lembrar e trazê-la de novo a vocês. Essa memória, da Água desse Tempo, está agora a fazer lembrar que são necessários muitos a fazê-la. Ela precisa ser refeita e voltar a calibrá-la na vossa superfície terrestre. Essa Água, emana uma profunda doçura vinda do fundo da Terra. Um Amor único e potenciador que unia os povos num só. Esse Amor da Água era um perfume que a Terra emanava para os seus filhos, os povos que nela habitavam. Esse Amor fluía de forma inequívoca para toda a Terra e seus habitantes. Nela se formava o grande núcleo de Amor da vossa Terra.

Este Amor está ao vosso dispor de novo, como uma Aurora que desperta a cada dia! Meus amados, este Novo Tempo que vos trago é esse Amor derramado a todos vós e com isto, a lembrança de outros tempos retorna, para vos trazer de volta à Unidade que Sou. Este Amor que agora vos banha de novo, vem até vós e neste momento, apresenta-se no coração de cada um. Chamem-Me! Estarei convosco em cada segundo. Esta Transição é, no fundo, esta sintonia com a Criação, com o Pai e Comigo. Tudo serve este propósito, queridos deuses de Amor! Somos essa Família Cósmica que se separou por uns tempos na Unidade e de novo se unem, para celebrar a reunião na mais alta esfera da Unidade, que transcende a dualidade. Sois pois, os filhos do Homem, que a cada encarnação regressam mais perto para Casa. Esta reunião está agora em curso e Eu desejo a cada um de vocês, que despertem o mais natural possível, para que de novo possamos nos abraçar nesse Amor que é nosso!

Alma Humana, Eu vos abençoo! Sou Um com todos, e todos são o Meu Coração! Vos Amo e vos carrego com todo o Meu Amor! Abracem-se e tornem-se Um! Vosso Mensageiro da Galáxia Sananda! Amor para todos!



Mensagem canalizada e transcrita por Susana Duarte Antunes a 02 de Julho de 2019 ( Eclipse Solar)


Susana Duarte Antunes . Todos os Direitos Reservados 2021


29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo